Gestão odontológica

Interação dentista e paciente: 5 dicas para melhorar o relacionamento

A interação dentista e paciente é uma conquista. Afinal, se uma pessoa teve a iniciativa de falar com você é porque, no mínimo, algo despertou o seu interesse.

Digo isso porque, hoje, com as redes sociais, o contato de um potencial cliente com profissionais ou empresas começa muito antes da interação cara a cara, concorda?

Por isso, a maneira como você se comunica on-line e presencialmente deve ser atrativa, próxima e objetiva para atrair novas pessoas para as conversas que você deseja gerar. Consequentemente, a próxima ação é que elas estejam no seu consultório.

Dessa forma, a interação é contínua e se estende a outras pessoas da equipe, como a s secretárias, que devem oferecer a mesma qualidade na comunicação.

Um dado do relatório anual da Zendesk sobre tendências de atendimento ao cliente que reforça essa ideia é: 81% das pessoas entrevistadas afirmaram que consomem mais de empresas que oferecem uma “experiência conversacional perfeita e integrada“.

Então, se você quer atrair, conquistar e fidelizar bons clientes que investem nos seus serviços, é essencial focar em estratégias para fortalecer a relação profissional-paciente na odontologia.

Continue a leitura do artigo e confira as dicas que selecionei para você afiar sua comunicação, como sua secretária é uma aliada forte nas interações diárias e mais!

Como o dentista deve falar com o paciente?

A sua fala como dentista deve ser bem trabalhada e cuidadosa não só pela educação no trato com o paciente, mas também pela conduta ética exigida. Por isso, comunique-se de forma clara na hora de falar com o paciente.

Na prática, isso significa evitar termos técnicos que dificultem o entendimento do paciente sobre seu caso. Caso seja necessário, explique sempre o que quer dizer a palavra utilizada. Se possível, utilize um molde ou imagens digitalizadas para ilustrar melhor o caso.

Outro aspecto que valoriza a fala durante a interação dentista e paciente é a calma. Ao falar rápido demais, você passa a impressão de que está com pressa, que não tem tempo para as perguntas do paciente, além de esquecer detalhes importantes do caso.

Adote o atendimento humanizado, priorizando o acolhimento do paciente. Demonstre que tem capacidade de ajudá-lo e, principalmente, que ouve e considera suas necessidades e dúvidas para propor as soluções mais eficientes para ele. 

Lembre-se de que a linguagem falada e corporal mostra o quão atento você está ao momento. Então, observe-se diariamente para estreitar o relacionamento com os pacientes e criar conexões duradouras.

Leia também: 7 melhores frases para atrair pacientes odontológicos.

5 dicas para melhorar a interação dentista e paciente

Quer mais dicas para trabalhar nos seus atendimentos? Listei as melhores práticas para fortalecer a relação dentista-paciente e melhorar suas habilidades de comunicação. Confira!

1. Pratique a escuta ativa

A escuta ativa é uma técnica cujo foco é ouvir com o máximo de atenção quem fala para compreendê-lo melhor e, consequentemente, estabelecer um diálogo focado e produtivo com o paciente.

Para que a interação dentista e paciente flua, evite perguntas que podem ser respondidas com “sim ou não”, use palavras diferentes para explicar o que já disse e evite julgamentos sobre as necessidades apontadas.

2. Produza conteúdo de valor para os pacientes

A interação dentista e paciente começa muito antes de ele chegar ao consultório. O marketing do seu negócio deve ser pautado pela produção de conteúdo de valor para atrair novos pacientes. 

Explore os textos, mas também use vídeos para demonstrar sua experiência e resultados no seu nicho odontológico.

Leia também: 16 exemplos de conteúdos para dentistas atraírem pacientes.

3. Eduque os pacientes

Quando os pacientes têm uma base de conhecimento sobre a solução que pode ajudá-los a resolver um problema de saúde bucal, a tendência é que eles se sintam mais seguros e chegam mais preparados para a avaliação.

Então, tenha uma estratégia de marketing de conteúdo focada em educar os pacientes para que a interação no consultório flua melhor e gere mais conversões.

4. Trabalhe a empatia

Ser empático significa saber se colocar no lugar do outro, compreender e se identificar com sua posição diante de uma situação ou problema. 

Então, pratique e instrua sua equipe a tratar os potenciais e atuais pacientes para que eles percebam que no seu consultório todos se importam e estão prontos para ajudá-lo.

5. Tenha processos para pós-consulta/tratamento

A última dica para melhorar a interação dentista e paciente é ter processos definidos para contato pós-consulta e tratamento. Defina quantos dias após a avaliação enviar uma mensagem de contato e monitore a data de retorno dos pacientes pós-tratamento.

Além disso, informe os canais de suporte, o prazo de retorno e incentive os pacientes a acioná-los sempre que precisarem.

O papel da secretária na relação entre dentista e paciente

Antes de chegar até sua cadeira, o atendimento da secretária dentista ao paciente, muitas vezes, é o primeiro ponto de contato direto com o seu consultório. Por isso, é importante que a equipe saiba como valorizar a interação com os clientes.

Invista diferentes tipos de treinamento de secretária de dentista para capacitar as profissionais que trabalham com você a executarem atendimento qualificado e focado na conversão de pacientes. Veja mais dicas no video abaixo:

Leia também: Como se portar como secretária de dentista de alto padrão?

Qual a conduta que se deve ter com o paciente na Odontologia? 

A conduta na gestão odontológica realizada pelos dentistas deve ser transparente e pautada pela ética, seguindo as diretrizes do Código de Ética Odontológica. Como cirurgião-dentista, você deve conduzir o atendimento ao paciente de forma que ele entenda o objetivo, os riscos, os custos e possíveis alternativas para solucionar seu problema.

Quais os conflitos éticos podem existir na Odontologia? 

Alguns exemplos de conflitos éticos que podem surgir na área da Odontologia estão relacionados a políticas de agendamento e cancelamento de horários, não esclarecimento do paciente sobre o procedimento realizado, ausência de termo de consentimento de uso de imagem, entre outros. Informe em detalhes tudo que envolve o paciente.

O cuidado poupa não só desentendimentos como também possíveis ações judiciais, que desgastam o bolso e sua imagem profissional.

Crie uma boa relação profissional-paciente odontologia

Gostou das dicas sobre interação dentista e paciente? Agora, você pode investir estrategicamente na sua relação com seus atuais e potenciais pacientes de forma diferenciada, criando uma abordagem autêntica para se comunicar.

Chegou a SUA vez de traçar o Plano Estratégico que vai levar seu consultório para outro patamar de faturamento! Conheça a Imersão 10k ou converse comigo agora mesmo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *