Gestão odontológica

Tecnologia da informação em odontologia: 5 usos na gestão clínica

A tecnologia da informação em odontologia traz várias possibilidades de avanços em diversas áreas do mercado, mas, neste artigo, quero focar na sua utilização nas atividades de gestão de clínicas odontológicas.

Uma vez que a formação de dentista é 100% técnica, desenvolver habilidades empreendedoras é um aspecto no qual é necessário investir. Afinal, um consultório ou clínica é uma empresa. Portanto, esses espaços precisam de organização e bons processos para funcionar.

Desde que deixei a cadeira odontológica para me dedicar à Smiles University e ajudar colegas da área a definirem seu propósito e mostrarem seu valor no mercado, o uso da tecnologia foi um fator determinante para alcançar resultados positivos.

Então, se você ainda é um profissional mais analógico do que digital, saiba que essa transformação será inevitável nos próximos anos. 

Está pensando enquanto lê essa introdução, como a TI na odontologia pode ajudar o seu negócio? Continue a leitura do artigo que explico mais sobre os pilares e exemplos de ferramentas úteis para o gerenciamento interno.

Quais os pilares da tecnologia da informação e comunicação na odontologia?

A tecnologia da informação e comunicação na odontologia auxilia na gestão dando bases para a realização de melhorias em três pilares principais:

  • otimização do modelo de negócio;
  • alterações nos processo operacionais;
  • valorização da experiência do paciente.

O modelo de negócio é um aspecto-chave para a existência de qualquer empresa. Ele define como o negócio entrega, cria e captura valor por meio de sua atividade. A otimização dessa estrutura cria um posicionamento novo e mais condizente com as novidades do mercado odontológico

O pilar dos processos operacionais também ganha com a inclusão de tecnologias da informação e comunicação na odontologia. Com áreas mais ágeis e organizadas, as tomadas de decisão são mais estratégicas e conseguem driblar os gargalos com assertividade.

A competitividade no mercado exige que as clínicas e consultórios sejam eficientes na resolução das demandas internas para que obtenham resultados positivos com o projeto de captação de pacientes.

E por falar em pacientes, eu não poderia deixá-los de lado nessa conversa. Isso porque o uso de tecnologias da informação na gestão odontológica valoriza a experiência dos clientes, priorizando suas necessidades e oferecendo o nível de qualidade esperado em todos os pontos de contato.

Do agendamento, passando pela avaliação até o fechamento de um tratamento, ser ágil, preciso no repasse de informações e cuidados com o paciente é fundamental para criar um relacionamento duradouro.

Leia também >>> Projeto de captação de pacientes: 6 etapas para fazer o seu

5 exemplos de tecnologia da informação dentro da odontologia

E na prática? Como a tecnologia da informação em odontologia entra em ação? Para você ter uma ideia, a projeção de investimento global em tecnologias e serviços para transformação digital nos negócios deve alcançar US$ 3.4 trilhões até 2026.

Separei alguns exemplos de ferramentas de TI úteis para a gestão de clínicas e consultórios

1. Help desk

Os sistemas de help desk são implementados para organizar o fornecimento de suporte e atendimento ao cliente. Ou seja, é uma ferramenta valiosa de comunicação, pois organiza as mensagens recebidas de diversos canais (redes sociais, WhatsApp, e-mail), classifica e distribui para a equipe de secretárias.

A maioria dos softwares usa a tecnologia na nuvem, o que facilita o acesso, criando uma central de atendimento dinâmica e ágil. A rapidez nas respostas evita perdas de contatos por demora. Então, sair do atendimento analógico e evoluir para o help desk é um ganho para a gestão.  

2. Armazenamento e backup na nuvem

As ferramentas de armazenamento e backup na nuvem são essenciais para a segurança de dados. Pense na quantidade de informações financeiras da empresa, documentos confidenciais digitalizados, informações de estratégia e de marketing, além dos arquivos dos casos de paciente que você tem guardado no computador.

Aposto que as máquinas estão até lentas, acertei? Se a resposta é sim, definir onde esses dados ficarão salvos e mandar as informações para o servidor na nuvem periodicamente, melhora o desempenho do trabalho de toda equipe. Além de proteger o sistema da clínica do roubo de dados. 

3. Sistemas de gestão integrada (ERPs)

Outro exemplo de tecnologia da informação em odontologia são os sistemas de gestão integrada, chamados também de ERPs. Armazenar dados é fácil, mas analisá-los e extrair insights dos resultados é outra história.

Um ERP organiza as informações de cada setor (financeiro, estoque, vendas, marketing, RH e outros) e gera relatórios que ajudam a analisar os indicadores de gestão odontológica e sua evolução. 

4. Soluções de monitoramento de segurança

Todos os serviços digitais devem ser monitorados periodicamente para garantir a segurança da informação do consultório. Ataques de hackers, comportamentos digitais inadequados, vulnerabilidades do sistema, tudo isso deve ser checado para evitar o roubo de dados.

Hoje, é possível contratar serviços de empresas de tecnologia da informação para fazer essa avaliação, ter um diagnóstico e um plano de melhorias necessárias.  

5. Plataformas de cursos online

A tecnologia da informação, além de ajudar na execução das tarefas, também facilita o acesso a novos conhecimentos e aprendizados de gestão que ajudam a melhorar o nível de especialização. 

As ferramentas e plataformas de educação a distância permitem fazer cursos variados, participar de congressos e de aulas online, interagindo com profissionais experientes do mercado.

A Smiles University é um exemplo de plataforma de aprendizado para dentistas na qual eu ensino o Método Gorro Branco, que guia os alunos por estratégias para atrair, captar e converter pacientes particulares pela internet todos os dias. Falo mais sobre a proposta do curso no vídeo abaixo:

Como a inovação pode beneficiar a odontologia?

As inovações da tecnologia da informação em odontologia facilitam a troca de informações entre todas as áreas de um consultório ou clínica, permitindo o compartilhamento de dados e insights, a criação de uma comunicação interna mais assertiva dentro do negócio, além de melhorias na qualidade da experiência dos pacientes. 

Uso de tecnologias da informação na gestão odontológica

Como o assunto é tecnologia, informação e comunicação, tenho outra dica de uso dessa tríade que auxilia em uma função que muitos profissionais têm dificuldade: criar textos para redes sociais.

Pensando nesta necessidade, desenvolvi um gerador de legendas, o Gerador de Copy, que usa inteligência artificial para criar conteúdos completos sobre diferentes temas da odontologia a partir da inserção de palavras-chave.

Conheça o aplicativo e como ele ajuda na criação de postagens que realmente convertem! Além disso, te convido a conversar comigo para que eu mostre como ser um dentista de sucesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *