Gestão odontológica

Tecnologia na odontologia: como as soluções ajudam na área?

Já parou para pensar como um dente cariado era tratado séculos atrás, quando qualquer tipo de tecnologia na odontologia estava longe de existir?

Nessa época, por volta do século 12, existiam cirurgiões-barbeiros (você não leu errado, é isso mesmo). Na Europa, os barbeiros faziam extrações com técnicas cirúrgicas que aprendiam nos mosteiros. 

A anestesia era um sonho distante e não é à toa que as pessoas tinham (e ainda tem) medo de procedimentos odontológicos. Os dentes eram arrancados com uma ferramenta chamada de pelicano dental que evoluiu para o fórceps, muito parecido com um alicate extrator de prego.

Comparado a esse cenário, hoje, as inovações na odontologia proporcionam tratamentos dos sonhos: sem dor, rápidos, mais precisos nos resultados, com materiais inovadores e interferência estética mínima.

Neste artigo, falo mais sobre a importância do uso da tecnologia a favor da odontologia e como ela está transformando a prática dentro dos consultórios. 

Continue a leitura e confira!

Qual a importância do avanço da odontologia para a população?

Os avanços da tecnologia na odontologia proporcionam evoluções importantes na área, pois as ferramentas, equipamentos e materiais utilizados atualmente auxiliam nos tratamentos de maneira mais eficaz e segura. Ou seja, o paciente se beneficia das técnicas e ganha mais qualidade de vida em longo prazo.

Os novos modelos de organização do serviço e a pandemia da covid-19 tiveram um papel importante no avanço das soluções tecnológicas na odontologia. 

Quanto mais um profissional ignora as novas formas de fazer negócio e resiste à adoção de ferramentas de alta tecnologia disponíveis, maiores são as chances de perder espaço, assim como acontece com um dente siso.

As mudanças sempre trazem um certo grau de resistência, mas fica cada vez mais evidente que as máquinas e sistemas têm um papel cada vez mais importante na área da saúde como um todo.

Na China, um robô já realizou uma cirurgia dental, acredita? Ele implantou um dente fabricado por uma impressora 3D em um paciente. O equipamento tem uma margem de erro de 0,2 mm a 0,3 mm, uma taxa menor que a humana.

O futuro do mercado de odontologia é cheio de desafios, afinal, por mais vantajosas que essas tecnologias sejam, ter acesso a elas ainda exige altos investimentos financeiros.

Isso demanda que os profissionais da área invistam primeiro em melhorias na gestão do negócio para planejarem suas metas e conseguirem financiar avanços nos consultórios. 

Com uma visão empreendedora mais aguçada, é possível pensar em formas de trazer inovações para o negócio, como, por exemplo, trabalhar em conjunto com outros colegas, criando negócios multidisciplinares.

Ampliar o campo de atuação é uma estratégia que pode impulsionar sua carreira. Se você já pensou, mas ainda não sabe como encaixar todas as peças dessa mudança e ainda comunicá-la para seu público, conheça o Método Gorro Branço.

Como a tecnologia pode ajudar na odontologia?

A aplicação da tecnologia na odontologia já auxilia várias tarefas, como os processos cirúrgicos, a fabricação de dentes e próteses com diferentes materiais, a geração de imagens em 3D, o mapeamento rápido da cavidade bucal e o uso de novos materiais para enxertos.

A seguir, explico quais são as soluções tecnológicas da odontologia utilizadas nessas atividades.

1. Cirurgia guiada

A cirurgia guiada é uma tecnologia útil na odontologia, pois torna os procedimentos confortáveis, permitindo prestar um serviço mais humanizado.

Com o auxílio de um software, um profissional credenciado faz um molde da boca do paciente e as informações coletadas geram um guia cirúrgico. 

O manual detalha onde um implante, por exemplo, será colocado, indicando os locais exatos das incisões. Isso evita cortes desnecessários, dor e encurta o tempo de recuperação. 

2. Software CAD/CAM

Lembra quando os moldes eram feitos de gesso? Pois é, a tecnologia na odontologia deixou o material no passado e, agora, o software CAD/CAM cria imagens em 3D direto no computador.

CAD é a sigla em inglês para Computer-Aided Design, que significa desenho assistido por computador e CAM, Computer-Aided Manufacturing, significa fabricação assistida por computador, em tradução livre.

Posteriormente, as projeções podem ser impressas por meio de impressoras 3D para serem colocadas nos pacientes. A implantodontia é uma das áreas que se beneficia bastante desse recurso.

Leia também >>> Novidades no mercado odontológico: quais são e por que conhecer?

3. Scanner intraoral

O scanner intraoral é outra tecnologia na odontologia que está ganhando espaço nos consultórios dos dentistas. A função do aparelho é escanear a boca do paciente, enviando as imagens para um computador.

O software recebe as informações do scanner e as organiza em imagens tridimensionais. Um exemplo de aplicação desse recurso é na fabricação dos moldes de aparelhos invisíveis. 

Depois de coletar as imagens, o sistema dos modeladores projeta o tratamento completo e todas as moldeiras que serão utilizadas. O processo é o mesmo para as cirurgias, como expliquei acima.

4. Exames de imagem digitais e em 3D

Os exames de imagem feitos com aparelhos que geram visualização em três dimensões facilitam a análise de casos, permitindo ver estruturas internas que as antigas imagens 2D não permitiam.

A tomografia computadorizada em 3D amplia as possibilidades de avaliação, mostrando a arcada dentária e de toda cavidade bucal, eliminando distorções. Dessa forma, o dentista consegue definir a melhor abordagem para o tratamento e agir no foco do problema.

A radiologia digital é outro exemplo de avanço da tecnologia na odontologia. Com o auxílio de um tubo que lança raio-X, o dentista projeta a imagem em alta qualidade no computador, o que ajuda a fazer diagnósticos mais precisos.

Além de economizar com materiais radiográficos, o armazenamento digital dos arquivos é mais prático. 

5. Materiais inovadores

As inovações na odontologia trouxeram materiais inovadores, como as nanopartículas, utilizadas na fabricação de implantes, melhorando suas propriedades químicas e mecânicas. 

As células-tronco são utilizadas em procedimentos regenerativos de tecidos gengivais e na polpa dos dentes, diminuindo a dor e a rejeição aos materiais. 

A membrana-LPF é um tipo de enxerto feito de sangue e gel de fibrina centrifugada que também é usada na implantodontia para regeneração óssea, processos de cicatrização, entre outros objetivos. 

Soluções tecnológicas na odontologia: abrace a inovação!

Gostou de conhecer as inovações que a tecnologia está agregando no mercado? Já passou por alguma transformação digital na odontologia? Se sim, como você divulga seus casos e novidades odontológicas para o público?

Foi pensando na necessidade dos dentistas de conseguir gerar conteúdo rápido e de qualidade para os pacientes que criei o Gerador de Copy, um aplicativo exclusivo da Smiles University.

A ferramenta utiliza recursos de inteligência artificial para criar legendas completas a partir de uma palavra-chave. Conheça o app e melhore as taxas de conversão do seu conteúdo. Além disso, te convido a conversar comigo para que eu mostre como ser um dentista de sucesso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *